O aeronauta francês e presidente da Fundação Impulso Solar, Bertrand Piccard, bateu o recorde mundial da maior distância percorrida num veículo movido a hidrogénio com apenas um depósito. Piccard guiou um Hyundai Nexo, tendo saído da estação de hidrogénio FaHyence, em Sarreguemines na passada segunda-feira dia 25 de novembro, e chegado no dia seguinte ao Museu do Ar e do Espaço em Le Bourget, percorrendo uma distância de 778 km.

Bertrand Piccard foi autor da primeira volta ao mundo em balão de ar quente no Breitling Orbiter, e primeira volta ao mundo num avião movido a energia solar, o Solar Impulse.

“Com esta aventura, provámos que com as tecnologias limpas, já não precisamos de protótipos revolucionários para bater recordes. Agora qualquer um o pode fazer com um veículo normal de zero emissões,” afirmou Piccard. “Está a começar uma nova era da performance, para o benefício da proteção ambiental”.

“Partilhamos a opinião de Bertrand Piccard de que é possível mudar o consumo de forma sustentável e o hidrogénio é a resposta para esta questão. Vemos o respeito pelo meio ambiente como um vetor de crescimento e não um obstáculo à inovação”, refere Lionel French-Keogh, diretor geral da Hyundai em França.

Principais informações do recorde:
• Número de quilómetros percorridos: 778 km
• Autonomia remanescente no final da viagem: 49 km
• Ar purificado: 404.6 kL, o volume de ar que 23 adultos respiram por dia
• Redução de CO2: 111.2 kg, a quantidade de emissões que um veículo da mesma categoria emite em 778 km.

 

Deixe um comentário

avatar
  Subscribe  
Notify of