A Jaguar Land Rover (JLR) assume o compromisso de que, a partir de 2020, todas as novas gamas dos seus veículos tenham para oferecer uma opção elétrica, parcial ou total.

“O mundo dos motores de combustão interna vai dar lugar a veículos autónomos, conectados, eletrificados e partilhados”, deixa claro Luis Antonio Ruiz, presidente da Jaguar Land Rover Portugal e Espanha.

Luis Antonio Ruiz, presidente da Jaguar Land Rover Portugal e Espanha (foto: Jorge Padeiro/Agencia Zero)

O objetivo é que, através dessa aposta, o construtor caminhe em direção a zero emissões, zero engarrafamentos e zero acidentes.

Nos últimos 10 anos, “reduzimos para metade o CO2 emitido por veículo, em toda a nossa gama de veículos”, afirma Luis Antonio Ruiz.

Próximo elétrico será o XJ

A tendência de descida nas emissões médias de veículos acentuar-se-á nos próximos tempos, com a introdução de soluções elétricas.

Nesse sentido, em matéria de BEV, depois do i-Pace, está confirmado que o próximo Jaguar elétrico seja o XJ.

O grupo guarda, entretanto, em segredo quais serão os seus próximos EV, porém, há fortes indicações de que está na forja um SUV elétrico médio para lançar em 2021 e vendido sob a marca Range Rover que recorrerá à nova arquitetura modular longitudinal (MLA – Modular Longitudinal Architecture) que também servirá de base ao XJ.

Será, ao que tudo indica, um modelo para concorrer com o Porsche Macan e o Audi E-Tron, posicionando-se na gama Land Rover entre o Evoque e o Velar.

O nome não é conhecido, embora o batismo Road Rover seja uma hipótese, dado que foi uma designação registada pela marca.

O i-Pace foi o primeiro elétrico da Jaguar, tendo permitido à marca inglesa ter, pela primeira vez, um modelo seu eleito “Car Of The Year” na Europa.

 

A aposta na eletrificação por parte da JLR levará ainda a que o fabricante esteja a desenvolver uma fábrica de produção de baterias em grande escala no Reino Unido.

Esse novo centro de montagem de baterias estará a funcionar em 2020 e localizar-se-á em HamsHall. A JLR considera que será “o centro mais inovador e tecnologicamente avançado do Reino Unido”, com uma capacidade de produção de 150 mil unidades.

BEV, PHEV e MHEV

O processo de eletrificação da JLR será estruturado em três tipos de viaturas: as puramente elétricas, as híbridas Plug-in (PHEV) e as híbridas suaves (Mild-Hybrid).

Nestas três tipologias encontramos atualmente os seguintes modelos:

A fábrica de Castle Bromwich começou já o seu processo de adaptação para acolher os próximos veículos eletrificados, a qual inclui a instalação de todas as novas instalações e tecnologias necessárias para dar suporte à próxima arquitetura modular longitudinal (MLA – Modular Longitudinal Architecture) do grupo.

Esta plataforma MLA permite a produção flexível de veículos com motores de combustão interna, ao lado de modelos híbridos e elétricos (suportando tamanhos de baterias até 90.2 kWh).

Fornecedor de wallbox e app de gestão de carregamento

Na concretização da sua estratégia de eletrificação, a Jaguar Land Rover tem, entre os seus parceiros, a Plugsurfing App (como fornecedor de serviços de carregamento para os seus veículos a níveleuropeu) e a Efimob (como fornecedor e instalador oficial dos carregadores de parede homologados para a Jaguar Land Rover em Portugal).

 

 

Deixe um comentário

avatar
  Subscribe  
Notify of