Hyundai testa sistema platooning em troço de autoestrada

0
337

A Hyundai terminou com sucesso um primeiro teste de condução em platooning com um camião de reboque na autoestrada Yeoju Smart, replicando as condições de trânsito reais.

Ao todo foram usados dois camiões Hyundai Xcient.

Quatro tecnologias testadas

A autoestrada Yeoju Smart é uma estrada de testes com 7,7 km estabelecida pelo governo coreano para o desenvolvimento da tecnologia de condução autónoma.

O fabricante coreano esclarece que este teste demonstrou as seguintes quatro tecnologias:

  • condução de veículos em pelotão;
  • ultrapassar e ser ultrapassado por outros veículos;
  • travagem de emergência simultânea;
  • e tecnologia de comunicação entre viaturas (V2V).

O teste foi feito com um limite de velocidade de 60 km/h

“Estamos confiantes de que a nossa tecnologia de condução autónoma, apresentada neste teste de condução em pelotão com o Xcient, vai levar a uma mudança de paradigma na indústria de logística e transportes,” afirma Jihan Ryu, diretor do grupo de controlo de engenharia de eletrónica de veículos comerciais. “Vamos empenhar-nos para criar sinergias construtivas, ao partilhar o nosso knowhow e experiência obtidos com o desenvolvimento da tecnologia de condução autónoma, entre os setores de viaturas comerciais e de passageiros, para acelerar o desenvolvimento do nível 5 da tecnologia de condução autónoma”, acrescenta a marca.

Benefício do platooning

A condução em platooning tem o benefício de reduzir a resistência do ar para melhorar a eficiência do consumo de combustível e reduzir as emissões, tornando-se uma tecnologia ecológica.

A manobra de condução em platooning começa assim que o condutor se aproxima do veículo da frente e ativa o modo de condução em caravana.

Esta demonstração faz parte do projeto indicado pelo Ministério do Território, Infraestruturas e Transportes (MOLIT) sul-coreano. Desde 2018, o MOLIT apoia os esforços pioneiros no desenvolvimento de tecnologias de condução autónoma. A par da Hyundai, este projeto de âmbito nacional envolveu o governo e empresas privadas e universidades.

Após a ativação do modo condução em platooning, o camião seguinte mantém uma distância de 16,7 metros, que é ajustada em tempo real, com base na aceleração e desaceleração da viatura de lidera o plutão.

O condutor não tem que controlar o acelerador ou o travão, reduzindo assim a fadiga e aumentando a segurança.

Com a condução em platooning, também é fácil gerir as outras viaturas que vão fazendo ultrapassagens entre os camiões. Se uma viatura se colocar entre dois camiões, o camião de trás, alarga de pronto a distância para um mínimo de 25 metros.

O platooning consiste num “comboio” de veículos que circulam juntos e coordenados.

Quando o camião que for na frente fizer uma travagem de emergência repentina, devido a alguma situação inesperada, a tecnologia recentemente demonstrada responde permitindo que o camião que se encontrar atrás reduza a velocidade e pare.

O sistema V2V (vehicle-to-vehicle) aplicado nos dois camiões Hyundai que fizeram este teste, demonstrou como a partilha de informação em tempo real permite melhorar o controlo da aceleração e desaceleração e incorporar informações ADAS (Sistema Avançado de Assistência ao Condutor) de vários sensores, como câmaras e radares.

Adicionalmente, a partilha de vídeo frontal em tempo real foi ativada pela tecnologia V2V.

Em agosto de 2018, a Hyundai, em parceria com a Hyundai Glovis, completou a primeira viagem de camião em condução autónoma em autoestrada com um pesado conduzido autonomamente durante 40 km na autoestrada que liga Uiwang e Incheon. Este camião tinha na altura condução autónoma de nível 3 da SAE (Sociedade de Engenheiros Automóveis Standard).

Ao ter acesso ao vídeo do veículo da frente, o condutor seguinte consegue ver a estada adiante, resolvendo assim as limitações de visibilidade dos condutores que seguem atrás do camião da frente.

Próximos desenvolvimentos

A Hyundai refere que está a trabalhar para desenvolver uma tecnologia de condução em platooning que vai funcionar com distâncias ainda mais curtas entre viaturas, além de implementar informação de trânsito para otimizar as viagens no futuro.

O Hyundai Xcient é um camião de 40 toneladas vendido em todo o mundo e que em setembro foi apresentado também numa versão a hidrogénio, o Hyundai Xcient Fuel Cell. A empresa prevê entregar 1.600 viaturas na Suíça até 2025.

Deixe um comentário

avatar
  Subscribe  
Notify of