A Volvo vai oferecer um ano de eletricidade aos clientes que, a partir de agora, adquiram um híbrido Plug-in do construtor.

A oferta de eletricidade irá vigorar em todos os mercados, incluindo o português.
Esta borla abrange quem adquirir daqui em diante um PHEV Volvo e refere-se ao dispêndio da energia exclusivamente feita com a viatura, no modo elétrico.

Como será medida a eletricidade gasta?

Dada a conectividade que os veículos dispõem, o controlo do consumo de energia será efetuado diretamente pelo próprio fabricante de modo remoto, a partir da sede da marca, em Gotemburgo, Suécia, para cada mercado.

No entanto, cada utilizador poderá também verificar e controlar os seus próprios gastos, através da app da marca, Volvo On Call.

Para apurar o valor, que será reembolsado ao cliente após um ano, será contabilizado o tempo em que cada um dos veículos irá circular unicamente no modo integralmente elétrico da viatura, ou seja, “Pure”.

O intuito da marca é incentivar as pessoas a usarem o modo “Pure”, o que tem a virtude de, com esse tipo de prática, se conseguirem emissões poluentes locais zero.

De acordo com o importador português, numa ação interna realizada recentemente, conclui-se que cerca de 41% das utilizações nos PHEV Volvo já se fazem no modo “Pure”, uma percentagem que a marca considera positiva, mas que pretende ver incrementada, a bem do Planeta.

Relativamente ao custo por kWh (quilowatt hora) que determinará quanto é que cada condutor e cliente da marca receberá ao fim de um ano por usar no modo “Pure” o seu plug-in ainda está por definir. Será, todavia, de acordo com o importador, um valor-médio de mercado que será acordado para cada um dos países, independentemente do operador de eletricidade com o qual cada cliente contratualizou o fornecimento da sua eletricidade.

Deixe um comentário

avatar
  Subscribe  
Notify of