A Galp apresentou uma atualização da sua estratégia de investimento para os próximos anos, reforçando os valores de investimento a aplicar em projetos que promovam a transição para um modelo energético de menor intensidade carbónica.

Em termos concretos, o investimento anual médio líquido previsto até 2022 situa-se entre €1,0 mil milhões e €1,2 mil milhões, dos quais mais de 40% serão dedicados à captura de oportunidades relacionadas com a transição energética, de acordo com a petrolífera.

Feitas as contas, a Galp conta fazer investimentos na ordem dos 400 milhões de euros no desenvolvimento de um negócio competitivo de geração de eletricidade através de fontes renováveis, bem como o aumento do peso do gás natural no mix de produção.

“Estamos a preparar a Galp para o seu próximo ciclo de crescimento, em que seremos parte ativa da transição energética,” diz Carlos Gomes da Silva, CEO da Galp. “Vamos promover soluções económica e ambientalmente sustentáveis, mantendo, como sempre, o compromisso de uma atuação socialmente responsável que não deixe de assegurar o crescimento de longo-prazo, a disciplina financeira e o retorno acionista,” acrescenta.

O investimento médio em energias renováveis e em novos negócios deverá representar entre 10% e 15% de toda a alocação de capital.

Deixe um comentário

avatar
  Subscribe  
Notify of