XC40 Recharge é o primeiro Volvo elétrico e chega em 2021 a Portugal

O primeiro Volvo elétrico da história é uma variante do SUV compacto XC40. Tem uma bateria de 78 kWh e uma autonomia superior a 400 km.

0
690
Volvo XC40 Recharge
Volvo XC40 Recharge P8 AWD em Glacier Silver

Depois da experiência que foi o C30 Electric, eis que a Volvo entra no campeonato dos BEV, isto é, dos veículos 100% elétricos. O intérprete é o SUV compacto XC40 que contou com uma apresentação a partir de Los Angeles que foi transmitida mundialmente, por webstreaming.

Para assinalar este marco muito importante para o fabricante sueco, a Volvo Car Portugal organizou, em solo nacional, um evento para a imprensa em que, além da retransmitir o “live” de Los Angeles, permitiu que os jornalistas pudessem esclarecer algumas dúvidas.

O XC40 Recharge, assim se chama a variante elétrica do XC40, é o primeiro Volvo EV de produção em série que começará a ser fabricado em meados de 2020, tendo como base a plataforma CMA – Compact Modular Architecture, que foi desenhada tendo em mente a eletrificação, onde as baterias são integradas no solo do automóvel sem afetar o espaço interior.

Recharge será o nome que a marca atribuirá a todos os Volvo que sejam carregáveis, neles se incluindo os 100% elétricos ou plug-in hybrid.

Os primeiros mercados irão receber, faseadamente, o veículo durante a segunda metade do próximo ano. A Portugal este XC40 Recharge está previsto ser comercializado em 2021. Preços, não há, por enquanto.

Relativamente às informações de índole mais técnica respeitantes ao modelo, sabe-se que o pack de baterias terá 78 kWh, com a marca a anunciar um alcance em modo elétrico de mais de 400 km, no ciclo de testes WLTP.

Volvo XC40 Recharge: pack de baterias.

O modelo tem tração às quatro rodas, garantida por dois motores elétricos, um por eixo, com a soma da potência a ser de 304 kW, ou seja, 408 cv. O binário é de 660 Nm.

A aceleração dos 0-100 km/h é cumprida em 4,9 segundos. A velocidade máxima é de 180 km/h.

O XC40 Recharged é assim o mais potente dos XC40, dado que a variante mais musculada do modelo presente no mercado nacional é a híbrida plug-in T5 Twin Engine com 262 cv de potência (em modo POWER) e tração dianteira.

O XC40 elétrico admite carga rápida de 150 kW, o que permite que um carregamento até 80% seja realizado em 40 minutos, de acordo com o construtor.

Design adaptado à propulsão elétrica

Esteticamente, face ao XC40 com motores de combustão, este Recharge é identificável por exibir uma grelha frontal tapada, à semelhança do que sucede noutros elétricos, na medida em que a inexistência de um motor a gasolina ou a gasóleo torna dispensável uma eventual necessidade de arrefecimento do propulsor. O pilar C tem ainda a palavra “Recharge”.

Volvo XC40 Recharge P8 AWD em Glacier Silver. A grelha está tapada.

Esta nova grelha permite o armazenamento dos sensores do novo Sistema ADAS – Advanced Driver Assistance Systems (ADAS) que inclui software desenvolvido pela Zenuity, uma joint venture detida pela Volvo Cars e pela Veoneer.

O XC40 Recharge é, de resto, o primeiro modelo da marca equipado com esta nova plataforma ADAS, a qual um conjunto de radares, câmaras e sensores ultrassónicos.

Devido à sua estrutura, poderá receber desenvolvimento adicional que servirá de base para a introdução da tecnologia de condução autónoma.

A inexistência do motor de combustão à frente permite igualmente que sob o capot, exista uma nova zona de arrumação, com cerca de 30 litros de capacidade, ideal para os cabos de carregamento.

Volvo XC40 Recharge P8 AWD em Glacier Silver. Sob o capot situa-se uma zona de arrumação de cerca de 30 litros de capacidade.

Por dentro, o XC40 Recharge tem o habitáculo característico do fabricante, com a novidade de adotar um novo sistema de infotainment baseado em Android Automotive OS (Powered by Android), mais personalizável.

Mediante uma colaboração firmada com a Google, os clientes contam com suporte para ferramentas como o Google Assistant, o Google Maps e a Google Play Store.

O 100% elétrico Volvo XC40 introduz um novo sistema de infotainment.

O Google Assistant irá permitir aos clientes executar várias funções através do controlo por voz – regulação da temperatura, definição de um destino, selecionar uma música favorita e podcasts em apps como o Spotify, e até envio de mensagens. Este tipo de integração contribui para uma redução da distração do condutor, ajudando a manter as mãos no volante e os olhos na estrada. O Google Maps irá fornecer atualizações de mapas e informações de trânsito em tempo real de forma a sugerir trajetos alternativos e estações de carregamento energético mais próximas.

Atualizações remotas

Outro dado interessante é que o software do SUV será continuamente atualizado, de modo remoto e anualmente pelo construtor. Deste modo, sempre que surgirem upgrades de software ou novas funcionalidades, os clientes irão beneficar dessa atualização sem que tenham necessidade de levar a viatura a uma oficina ou representante da marca.

O XC40 Recharge será, aliás, o primeiro modelo da Volvo que irá receber software e atualização aérea do seu sistema operativo.

Henrik Green, chefe do departamento tecnológico da Volvo, acrescenta que esta mais-valia possibilita, numa perspetiva de compromisso com o Planeta, que o veículo fique mais tempo atualizado, “o que também é bom para o ambiente. Este novo modelo irá continuar a evoluir e a melhorar ao longo do tempo com a aprendizagem que irá ser feita”.

Oito cores exteriores

Este elétrico Volvo irá apresentar-se nos stands em oito cores exteriores onde se inclui a nova opção “Sage Green metallic”. O teto preto é de série. Estão disponíveis duas novas opções de jantes de 19” e de 20”.

 

Henrik Green sublinha que “estamos finalmente a conseguir proporcionar no automóvel, o mesmo tipo de experiência que se consegue obter num smartphone, num contexto de segurança na estrada. Ao introduzirmos este tipo de atualizações, desde a manutenção a novas configurações, o automóvel conseguirá estar tão atualizado como outros produtos digitais” – Henrik Green.

Plástico reciclado no interior e segurança por dentro

O XC40 Recharge foi concebido para reduzir o impacto ambiental, incluindo a utilização de materiais sustentáveis. O revestimento do piso interior, por exemplo, consiste inteiramente de plástico reciclado.

Apesar dos desafios que se apresentam – derivados da ausência de um motor de combustão interno tradicional -, a Volvo destaca que este é “um dos modelos mais seguros” do emblema nórdico.

“O XC40 Recharge será um dos automóveis mais seguros que já construímos” – Malin Ekholm, chefe de segurança da Volvo Cars.

Nessa medida, os engenheiros de segurança da Volvo tiveram de redesenhar e reforçar a estrutura frontal para se confrontarem com a ausência de um motor e manter os níveis tradicionais de segurança Volvo.

Também na retaguarda a estrutura do automóvel foi reforçada.

Para ajudar a manter os passageiros seguros e as baterias intactas em caso de colisão, a marca desenvolveu uma nova estrutura. A bateria é protegida por uma safety cage de alumínio que foi imbuída na estrutura do automóvel.

A localização da bateria no piso da viatura permite baixar o centro de gravidade do XC40 Recharge, o que lhe aumenta a estabilidade em movimento.

A motorização elétrica foi integrada na estrutura para obter uma melhor distribuição de forças de colisão fora da cabine.

Deixe um comentário

avatar
  Subscribe  
Notify of