No âmbito da parceria que a Nissan estabeleceu com a Logic, empresa especializada nas entregas de “última milha” (ver notícia aqui), chegou ao fim o teste a que o comercial 100% elétrico e-NV200 foi submetido durante três meses.

A avaliação do construtor é positiva: “[O modelo] superou as expectativas, tanto na redução efetiva dos custos de utilização, como na diminuição da pegada ecológica e até na validação da autonomia, que se revelou mais do que suficiente para cumprir os objetivos de entregas diárias, aponta o construtor.

Ao longo dos três meses de duração do teste, a Nissan e-NV200 percorreu mais de 10.000 km e efetuou 880 entregas, tendo transportado mais de 22 toneladas de encomendas a clientes particulares e empresas.

O veículo elétrico foi sujeito a condições de utilização real por parte da Logic, não tendo sido feito qualquer ajuste ou poupança na carga transportada, nos trajetos a cumprir, nem no número de quilómetros a efetuar diariamente.

Ao longo de todo o período de utilização da e-NV200, a Logic não necessitou de efetuar nenhuma carga rápida na rede pública de carregadores, “comprovando que os 301 km de autonomia anunciados pela Nissan superam os requisitos de uma empresa de entregas até com as características e exigências da Logic”, afirma a marca japonesa.

A ligação, durante o período de inatividade noturna, à wallbox nas instalações da empresa, revelou ser suficiente para uma jornada inteira o que, em média, implicava cumprir 130 km e efetuar 16 entregas por dia na zona da Grande da Lisboa.

230 km com uma só carga de bateria

Aliás, em períodos particularmente desafiantes, a Nissan e-NV200 chegou a realizar 24 entregas diárias e a percorrer 230 km com uma só carga de bateria.

Para a Nissan, o objetivo passava por demonstrar, em concreto, que o que anunciámos em relação à mobilidade elétrica “é uma realidade tangível e que não há razões objetivas para alicerçar as desconfianças em relação à autonomia dos nossos veículos comerciais 100% elétricos. A Logic também comprova que o carregamento feito em período noturno é mais do que suficiente para garantir a autonomia necessária para cumprir as entregas diárias”, afirma o diretor-geral da Nissan em Portugal, Antonio Melica.

Uma revelação a todos os níveis

Do lado da Logic, “este teste foi uma revelação a todos os níveis”, diz Jorge Lemos, colaborador da Logic e um dos condutores da viatura: “Não só foi a primeira vez que utilizei um comercial elétrico nas minhas funções, como fiquei quase de imediato rendido às suas virtudes, em especial ao conforto e silêncio de funcionamento, mas também à mobilidade acrescida que oferece em ambiente urbano. As dimensões compactas, aliadas à boa capacidade de carga, tornam a Nissan e-NV200 especialmente adaptada às entregas nas cidades. Nas zonas de Alfama, Mouraria ou Bairro Alto, por exemplo, nós conseguimos fazer entregas à porta que, com outro comercial, seriam impossíveis. E, para o tipo de entregas que fazemos (‘last mille’), a autonomia da e-NV200 é 100% viável, até porque a capacidade da Nissan de regenerar energia é incrível. Sem dúvida que é o tipo de automóvel que gostaria de utilizar daqui para o futuro”.

Para Antonio Melica, diretor-geral da Nissan em Portugal, “esta parceria revelou-se muito importante para provar que a Nissan e-NV200 é perfeitamente adequada para uma empresa de entregas com estas características. Um dos desafios que inicialmente se colocava era a autonomia e, como pudemos observar ao longo do teste com a Logic, os 301 km anunciados revelaram ser mais do que suficiente para as tarefas que lhe foram exigidas e nunca colocaram qualquer tipo de constrangimento à empresa. Outro ponto importante é saber que o teste foi feito em condições reais de utilização e resultaram numa poupança significativa para a empresa”.

Para Isabel Viçoso, administradora da Logic, “os desafios que se colocam na economia 4.0 e as incertezas quanto ao futuro das entregas nos centros urbanos, obrigam a procurar respostas, a encontrar alternativas mais eficientes, rentáveis, ecológicas e sustentáveis. Com este teste, nós percebemos, e foi uma agradável surpresa, que conseguíamos reduzir 4,5 toneladas/ano nas emissões de CO2, o que faz uma grande diferença na diminuição da pegada ecológica da Logic. Além disso, esta experiência demonstrou que conseguíamos uma poupança efetiva de 4.500€ nos custos de utilização com a Nissan e-NV200, tanto nos gastos com combustível, como nas manutenções e até nos tempos de imobilização. Não tenho dúvidas nenhumas que este vai ser mesmo o futuro para este tipo de entregas”.

 

Com o culminar desta parceria a nível nacional, entre um fabricante de automóveis e um operador logístico de “last-mille”, e avaliados os objetivos iniciais e os resultados obtidos no teste de utilização real, “sobressai a capacidade da Nissan e-NV200, um comercial 100% elétrico, de cumprir e até superar os desafios a que foi sujeito, ajudando a desmistificar alguns preconceitos e provando que esta é uma resposta válida às questões que se levantam quanto ao futuro da mobilidade sustentável”, declara a Nissan.

Os 301 km de autonomia anunciados pela Nissan chegaram para os requisitos de uma empresa de entregas como a Logic.

Com as regras de emissões cada vez mais apertadas e os crescentes anúncios de limitações futuras à entrada de veículos movidos a motores de combustão nos centros urbanos, os resultados desta parceria são “uma lufada de ar fresco para as empresas que operam neste cenário e para os particulares que nele trabalham, vivem ou que dele usufruem”, frisa o fabricante.

Mais informações sobre todos os automóveis elétricos e híbridos plug in na nossa secção de mercado.

Deixe um comentário

avatar
  Subscribe  
Notify of