Cada vez mais se fala em poluição atmosférica e na extinção das mais variadas espécies de plantas e animais. As autoridades municipais de Utrecht, a quarta maior cidade holandesa, decidiram tentar resolver o problema de forma criativa.

Nesse sentido, mais de 300 paragens de autocarro da cidade, ao ar livre, foram transformadas em habitats naturais para abelhas. O topo destas estruturas acabaram preenchidos com diversas plantas, com o intuito de atrair estes e outros insetos polinizadores. 

Defende-se que, através da criação destes jardins nos telhados destes pontos de paragem, se ajuda a melhorar a qualidade do ar e potencia-se a biodiversidade. Também são apontadas duas outras importantes vantagens do projeto. A primeira prende-se com o facto de as plataformas armazenarem a água da chuva. A segunda, revela-se na capacidade de estes jardins suspensos reterem poeiras finas que circulam no ar.

 O objetivo principal por detrás desta iniciativa é preservar e melhorar a saúde das abelhas. Além disso, o projeto assume-se como outra das medidas decretadas no sentido de transformar a Holanda num país sustentável e verde.

Na área da sustentabilidade e do respeito pelo meio ambiente, a Holanda também se comprometeu a impulsionar um sistema de transportes isento de dióxido de carbono. Como data limite para atingir esse objetivo avançou o ano de 2028. Nesse sentido irão passar a circular no país, até ao final deste ano, 55 autocarros elétricos.

Deixe um comentário

avatar
  Subscribe  
Notify of