No primeiro semestre de 2019, foram instaladas na Europa um total de 4,9 GigaWatts (GW) de energia eólica, dos quais 1.927 MegaWatts (MW) de energia eólica offshore, de acordo com dados do WindEurope.

Esta potência instalada representa um aumento de 8% por comparação ao mesmo período do ano passado.

Um parque eólico onshore localiza-se em terra. Um parque eólico offshore está instalado no mar.

O valor total foi impulsionado pelo aumento das instalações offshore, que cresceram 73% em relação à primeira metade de 2018, período que viu apenas 1,1 GW instalados.

As turbinas onshore representaram 2.9 GW na primeira metade do ano, o que foi, contudo, uma cifra inferior aos 3.3 GW instalados no mesmo período de 2018, uma queda de 12%. Este decréscimo ficou grande parte a dever-se ao facto das instalações terem estado em baixo na Alemanha, cuja potência eólica montada nova esteve no nível mais baixo para um primeiro semestre desde o ano 2000.

O gráfico a seguir mostra que a França liderou as novas instalações, com 523 MW de nova capacidade eólica, seguida pela Suécia com 459 GW.

A Alemanha conseguiu a terceira posição, com 287 MW, 1 MegaWatt à frente da Itália e 5 MW à frente da Ucrânia.

Portugal surge neste ranking com a produção de 57 MW de potência instalada em termos de novas aerogeradores, de janeiro a junho deste ano.

Deixe um comentário

avatar
  Subscribe  
Notify of