Henrique Sánchez
Henrique Sánchez
Presidente do Conselho Diretivo da UVE

Nas últimas semanas a UVE desenvolveu intensa atividade, tendo enviado as suas propostas aos sete partidos políticos representados na Assembleia da República (reuniu com quatro deles), já reuniu com algumas das entidades envolvidas em todo o processo da mobilidade elétrica em Portugal, com o objetivo de serem identificados os bloqueios a um desenvolvimento célere da mobilidade elétrica.

Notícias da mobilidade elétrica em Portugal

0
647

Nas últimas semanas têm sido divulgadas diversas notícias sobre a mobilidade elétrica no nosso país, das quais destacaria a Consulta Pública da Proposta de Regulamento da Mobilidade Elétrica (RME) publicada pela Entidade Reguladora dos Serviços Energéticos (ERSE), que decorre até ao próximo dia 2 de setembro; o Despacho nº24/2019, de 14 de junho, da Direção Geral de Energia e Geologia (DGEG), que estabelece os Procedimentos para a Certificação/Inspeção de Pontos de Carregamento de Veículos Elétricos (PCVE); o Manifesto “O Estado da Rede” publicado pela Associação de Utilizadores de Veículos Elétricos – UVE, que de uma forma fundamentada e estruturada exige respostas face ao abrandamento do ritmo de desenvolvimento da Mobilidade Elétrica em Portugal, muito especialmente no que à Rede Pública de Carregamento de Veículos Elétricos diz respeito; e, o anúncio da tomada de posse da nova Administração da MOBI.E, a Entidade Gestora da Rede de Mobilidade Elétrica (EGME).

Nova Administração da MOBI.E

Esta foi a notícia que maior impacto teve junto dos utilizadores de veículos elétricos, muito especialmente por ser sobre a MOBI.E, como entidade gestora da Rede de Carregamento, que recaem as maiores críticas sobre o estado atual da mesma.

Esta nova Administração da MOBI.E surge quando a anterior Administração já tinha terminado o seu mandato e pelo recente falecimento de um dos seus administradores.

Regulamento da Mobilidade Elétrica

O RME vigente prevê a publicação do Manual de Procedimentos da Atividade, da Entidade Gestora da Rede de Mobilidade Elétrica (EGME), função atualmente desempenhada pela MOBI.E, que deve detalhar um conjunto de aspetos operacionais relacionados com a gestão da rede de mobilidade elétrica em Portugal, é um instrumento fundamental que faltava para regular a atividade de todos os intervenientes. A consulta pública deste documento permitirá a todos os interessados manifestarem as suas preocupações e fazerem as suas propostas de uma forma sistematizada.

Despacho nº24/2019, de 14 de junho

Ferramenta absolutamente necessária para desbloquear o anacronismo de existirem Postos de Carregamento Rápido (PCR) instalados há mais de um ano sem estarem ligados por falta de certificação por parte da entidade competente. Constatamos desde a publicação deste despacho a ligação de alguns dos PCR instalados, alguns há mais de um ano, como o PCR da A8, em Torres Vedras, sentido norte-sul, ou os da A22, em Lagos, nos dois sentidos, os três instalados em Áreas de Serviço da Galp.

Manifesto “O Estado da Rede”

Documento que sintetiza os aspetos negativos, identificando-os e exigindo das entidades competentes respostas concretas, para que se possam ultrapassar os atuais obstáculos e dificuldades.

Nas últimas semanas a UVE desenvolveu intensa atividade, tendo enviado as suas propostas aos sete partidos políticos representados na Assembleia da República (reuniu com quatro deles), já reuniu com algumas das entidades envolvidas em todo o processo da mobilidade elétrica em Portugal, com o objetivo de serem identificados os bloqueios a um desenvolvimento célere da mobilidade elétrica e especialmente da Rede de Carregamento imprescindível para a generalização dos veículos elétricos.

Tivemos assim notícias, várias notícias e boas notícias

Deixe um comentário

avatar
  Subscribe  
Notify of