A empresa Compare the Market fez um estudo em que analisou o custo de carregar um veículo elétrico em diferentes países.

O relatório é baseado no custo de carregamento total de uma bateria de 100 kWh de um Tesla Model S.

Os resultados desta análise revelam que o país mais barato para carregar um elétrico é o Chile e o mais caro é a Dinamarca.

Dos 36 países analisados, Portugal ocupa a posição número 32 dos mais caros. Mais caro do que nós, apenas Itália, Bélgica, Alemanha e Dinamarca.

A Espanha está também entre as 10 nações onde carregar um EV é mais caro.

Da Dinamarca, o país mais caro, ao Chile, o mais barato, há uma diferença de 24,03 euros.

De acordo com este estudo, o custo de energia elétrica no Chile é de 0,06€ /kWh, pelo que a carga total da bateria no Model S considerado implicaria um custo de 6,23 euros.

Para se percorrerem cerca de 160 km, os chilenos gastariam 2,40 euros. Atrás do Chile temos a Austrália e o Canadá, ambos com os mesmos preços, ou seja, 0,10€/kWh: 3,78 euros para percorrer esses mesmos 160 km.

O mais caro é a Dinamarca

Por outro lado, a Dinamarca é o país mais caro. Uma carga completa equivale a 30,26 euros. Segue-se a Alemanha, com 29,37 euros, a Bélgica com 24,92 euros, a Itália, 24,03 euros e Portugal, com 23,14 euros.

Olhando para os valores portugueses, este estudo considera que para se percorrerem 160 km serão necessários 8,94 euros.

Mesmo assim, carregar um carro elétrico é mais barato do que encher o depósito de combustível. Um condutor que tenha um carro a gasolina que gaste 8 l/100 km, precisará para fazer os mesmos 160 km de gastar 20,35 euros (supondo um custo por litro de gasolina de 1,59 euros).

Estudo completo pode ser visualizado aqui.

Deixe um comentário

avatar
  Subscribe  
Notify of