Lisboa quer converter-se numa cidade de referência a nível europeu no apoio à mobilidade partilhada, contando já com mais de 16 empresas especializadas em serviços de sharing para servir os habitantes da capital.

Uma das mais recentes medidas foi o alargamento dos lugares exclusivos para estacionamento para viaturas de partilha.

Assim, aos 21 espaços já existentes, acabam de se juntar 40 novos, num total de 61, espalhados pelas zonas de Benfica, Avenidas Novas, Campo Pequeno, Saldanha, Marquês de Pombal, Príncipe Real, Baixa, Cais do Sodré, Madragoa e Anjos.

Todos os espaços dedicados à partilha de veículos estarão identificados com a placa de estacionamento “P” e a inscrição “Veículos automóveis afectos a sharing”.

Como utilizar estes espaços?
Para fazer uso deste estacionamento, os utilizadores apenas terão de estacionar o seu carro partilhado num destes espaços e terminar a sua viagem na aplicação como usual.

A Emov, o único dos operadores de carsharing com uma frota de 150 veículos integralmente elétricos, disponibiliza na sua app todos esses 61 locais de estacionamento.

A maioria dos espaços estará disponível por 24 horas, mas parte destes 61 lugares funcionará nos horários inativos das zonas de cargas e descargas. Lisboa converte-se assim numa referência no que respeita o apoio ao transporte e a uma nova forma de mobilidade que chegou para mudar a maneira como os lisboetas se movem e desfrutam da cidade.

Comentando este alargamento dos lugares exclusivos para automóveis partilhados, Ignacio Román, diretor-geral da Emov Espanha e Portugal, considera que se trata de um “grande passo” que “posiciona Lisboa na mira da inovação à altura de grandes cidades como Nova Iorque ou Munique”, salienta.

Deixe um comentário

avatar
  Subscribe  
Notify of