A Fundação Calouste Gulbenkian está apostada em promover a sustentabilidade, tendo abertas candidaturas para o LEAP – Policy Development Initiative, um programa gratuito de formação para profissionais da Administração Pública, das organizações da sociedade civil ou da academia científica que visa melhorar a capacidade destes profissionais para contribuírem para o desenvolvimento de políticas públicas, usando formatos adequados para decisores.

O período de candidaturas entrou na sua reta final, decorrendo até 15 de julho.

“A Fundação Calouste Gulbenkian acredita que, ao possibilitar que estes profissionais sejam treinados em dar contributos baseados em evidências para processos de elaboração de políticas públicas, estas serão mais bem informadas, mais robustas e, em última análise, contribuirão para melhorar a qualidade ambiental, o desempenho económico e os indicadores sociais em Portugal”, sublinha a Fundação Calouste Gulbenkian.

Melhorar as políticas públicas

“Ao promover uma comunidade de profissionais com formação prática em policy research e em elaboração de políticas públicas com base em evidências, estamos todos a contribuir para melhorar a forma como as políticas públicas são desenhadas, implementadas e avaliadas, e para fomentar uma maior abertura dos processos de decisão a contributos externos”, entende a Fundação Gulbenkian.

Durante o LEAP, cada participante irá investigar e analisar de forma individual e aprofundada um problema de política pública diretamente relacionado com a organização onde trabalham.

A primeira edição do LEAP é dedicada ao tema da Produção e Consumo Sustentáveis.

Este projeto de investigação individual tem como objetivo definir a(s) causa(s) do problema, analisar potenciais soluções alternativas e, finalmente, promover a sua análise e a sua promoção com o objetivo de influenciar uma decisão relacionada com o mesmo.

O programa incluirá – para além do processo de investigação, análise, escrita e advocacy – a participação em workshops orientados para o desenvolvimento de políticas, em sessões de formação em soft skills, e o acompanhamento de um mentor especializado na área temática de cada participante.

Áreas prioritárias

A primeira edição do LEAP (setembro de 2019 a junho de 2020) é dedicada ao tema da Produção e Consumo Sustentáveis (ODS 12), e a Fundação Calouste Gulbenkian está a incentivar em particular candidaturas relacionadas com as seguintes áreas prioritárias (mas não exclusivas):

  1. Tornar a produção e consumo alimentares mais sustentáveis em Portugal
  2. Expansão da agricultura de regadio versus escassez de água em Portugal
  3. Um futuro mais sustentável para as pescas portuguesas.

O LEAP – Policy Development Initiative é uma oportunidade para os participantes selecionados serem apoiados pela Fundação Calouste Gulbenkian na condução de investigação orientada para a resolução de problemas concretos de política pública, na escrita de documentos de policy, e envolvimento na promoção das suas recomendações.

As candidaturas ao LEAP estão abertas até dia 15 de julho, sendo elegíveis profissionais com idealmente 5 a 20 anos de experiência, e independentemente do vínculo à sua organização.

Para informação mais detalhada, deverá ser consukltada a Call for Applications (em inglês), o Regulamento (em português), e as FAQ (em inglês) disponíveis no site.

A avaliação das candidaturas será efetuada por uma Comissão de Seleção, a definir pela Fundação Calouste Gulbenkian, e tendo em conta os critérios de seleção indicados no Regulamento.

Todos os candidatos serão informados do resultado da candidatura até 31 de julho.

Para qualquer questão, contacte leap@gulbenkian.pt

Deixe um comentário

avatar
  Subscribe  
Notify of