Muito associada a híbridos, a Toyota decide agora dar um passo rumo à plena eletrificação, anunciando o lançamento, em 2020, de dez veículos elétricos, seis dos quais à escala global, baseados na plataforma e-TNGA (Electric Toyota New Global Architecture).

A ofensiva do fabricante nipónico começará com o Toyota C-HR BEV (embora não se preveja que esteja na rota da Europa).

Esses modelos serão desenvolvidos com parceiros ou por conta própria.

A lista inclui:

  • Veículo compacto (com a Suzuki e a Daihatsu, subsidiária da Toyota)
  • Crossover médio
  • Sedan médio
  • Monovolume médio
  • SUV Médio (com a Subaru)
  • SUV grande

O desenvolvimento conjunto de alguns destes modelos Toyota significa que teremos igualmente variantes elétricas da Suzuki e da Daihatsu (marca que não se vende por cá atualmente).

A conferência na qual foi dado a conhecer este plano pode ser vista aqui:

Vários tipos e tamanhos de veículos

A nova plataforma e-TNGA para os seis BEV globais é o equivalente à plataforma modular do Grupo VW, MEB, para modelos elétricos. Permitirá acomodar vários tipos e tamanhos de veículos, diferentes capacidades de bateria, bem como trações variáveis: dianteira, traseira ou tração às quatro rodas (com os motores a estarem dispostos à frente, atrás ou nos dois eixos).

Para além da introdução de automóveis elétricos, a Toyota irá igualmente disponibilizar viaturas de micromobilidade (os engenheiros da marca optam por lhes chamar veículos ultra-compactos), de curta distância para atender às necessidades de mobilidade de jovens e idosos.


Esta gama de veículos ultra-compactos visam especificamente o mercado japonês, embora com a proliferação da micromobilidade na Europa, consideramos que não seria despropositado introduzir alguns destes veículos no Velho Continente.

Mais informações sobre todos os automóveis elétricos e híbridos plug in na nossa secção de mercado.

Deixe um comentário

avatar
  Subscribe  
Notify of