“Crash test” vão testar eficácia de capacetes a proteger ciclistas

A Volvo vai passar a realizar crash tests entre automóveis e bicicletas, na sequência de uma parceria assinada com um construtor de capacetes para ciclistas.

0
167

A Volvo Cars estabeleceu uma nova parceria no capítulo da segurança. Trata-se de um acordo com a POC, empresa sueca de desporto, para o desenvolvimento de um projeto de investigação capaz de melhorar a segurança dos ciclistas nas estradas. Neste projeto serão realizados crash tests utilizando capacetes de ciclistas.

“Este projeto é um bom exemplo do nosso pioneirismo em matéria de segurança. Costumamos desenvolver com novos métodos que sejam capazes de avaliar várias situações de trânsito. O nosso objetivo não passa somente por satisfazer os requisitos legais ou os testes de avaliação. Queremos ir além disso e utilizar situações reais de trânsito para desenvolver a nossa tecnologia de modo a melhorar a segurança”.
Malin Ekholm – Head of the Volvo Cars Safety Centre

A realização destes testes de colisão, em estreia mundial, tem por base a ambição do construtor nórdico de melhorar a segurança rodoviária como um todo através da colaboração e da partilha de conhecimento.

“Os acidentes entre automóveis e ciclistas podem ser bastante graves. É por essa razão que a Volvo Cars tem uma estratégia clara para os tentar eliminar com o recurso a tecnologias de segurança ativa”, afirma a marca.

O sistema da Volvo para a deteção de ciclistas com travagem automática utiliza câmaras e radares para detetar os ciclistas, avisa o condutor da colisão eminente e aplica a travagem caso seja necessário.

O projeto de investigação Volvo-POC consiste num conjunto de crash tests especialmente elaborados nas instalações de segurança da Volvo Cars, em Gotemburgo.

Este projeto faz parte de um programa de investigação mais abrangente e que procura detetar os vários tipos de lesões a longo prazo que os ciclistas poderão sofrer neste tipo de acidentes.

Em 2013, a Volvo lançou o sistema de deteção de ciclistas com travagem automática integrado no equipamento de série Sistema City Safety.

“À semelhança da Volvo Cars, colocamos a segurança no centro da nossa missão e é ela que motiva todas as nossas ideias e inovações. Ao irmos trabalhar de perto com os maiores especialistas esperamos ser capazes de apresentar novas ideias neste capítulo. Só deste modo poderemos pesquisar mais e melhores soluções que sejam capazes de reduzir as consequências dos acidentes”- Oscar Huss – chefe de desenvolvimento de produto da POC

Durante a realização dos testes, os crash test dummies irão utilizar capacetes da POC e serão lançados em vários ângulos e a várias velocidades em direção a um automóvel Volvo que estará estático.

Capacetes ainda rudimentares

Os testes são baseados nas leis atualmente existentes para a proteção de peões. Os procedimentos para a realização de testes para capacetes de ciclistas são ainda bastante rudimentares e não levam em linha de conta os acidentes com automóveis. O projeto Volvo-POC visa aperfeiçoar a realização destes testes.

A aprendizagem obtida através desta parceria ajudará a POC a tornar os seus capacetes mais seguros no caso de acidentes envolvendo automóveis. Por outro lado, estes testes também irão fornecerão preciosos dados para a Volvo sobre este tipo de acidentes.

Com mais de 60 distinções internacionais nas áreas da segurança, inovação e design, a POC tem vindo a construir uma reputação ímpar. A empresa continua a pesquisar, envolvendo a ciência e a inovação de forma a apresentar novas formas de evitar os acidentes.

Deixe um comentário

avatar
  Subscribe  
Notify of