Super Soco CUx , o Tesla de duas rodas

0
3100

Desafiámos a Joana, que tem 22 anos e é estudante, a fazer o seu batismo nas motos com a Super Soco CUx. Esta scooter elétrica mostrou-se ideal para a iniciação, simultaneamente, ao motociclismo e à mobilidade elétrica.

A Joana chegou ao volante do seu automóvel, com um capacete emprestado e uma elevada dose de bom humor: “como é que se acelera? Eu vou andar devagarinho primeiro…”

Design e suavidade

Um dos principais atributos da scooter Super Soco é o seu design. É um objeto muito bem concebido, que podia ter saído de qualquer atelier europeu. Tem umas linhas atraentes, modernas, e minimalistas.

Outro atributo importante é a facilidade de utilização. Para uma estreante como a Joana, o seu tamanho compacto e a suavidade do arranque no modo 1, foram decisivas para uma rápida adaptação. Este é o modo mais económico e mais suave. Não demorou para a nossa motociclista de ocasião passar a utilizar o modo 2 e o 3. Neste último, a CUx, limitada para utilizar como equivalente a uma 50cc, está limitada a 45 km/h. Mas, deslimitada, passa com facilidade dos 60 km/h, como era o caso desta.

A instrumentação é simples, digital e tão elegante quanto o aspeto geral da scooter. As informações de velocidade, autonomia e modo de funcionamento são imediatamente legíveis.

O resultado foi uma prova superada para a Joana e a Super Soco. Nem quinze minutos foram necessários para se adaptarem uma à outra. No final, o sorriso da Joana era ainda maior do que no início, provando que a mobilidade elétrica, para além de sustentável, é muito divertida.

Para quem aprecia a revolução em curso na mobilidade urbana, esta scooter pode ter um papel semelhante ao desempenhado pelos Tesla nos automóveis.

Leve e económica

O peso da CUX pronta a andar é de 70 kg. O motor Bosch, na roda traseira, tem 115 Nm de binário. Nos dados oficiais surge a informação de que pode subir inclinações de 15º, mas tal deverá variar consoante o peso do ou dos ocupantes.

Depois da Joana andar, registámos 0-50 km/h em menos de seis segundos, uma prestação que permite bastante desenvoltura no trânsito urbano.

Os discos de travão têm diâmetro de 180mm e têm assistência hidráulica. São bastante potentes, de resposta pronta, pelo menos, a baixa velocidade, bastante modulável.

A autonomia é de 80 km, graças a uma bateria de lítio com células 18650. Esta está colocada no compartimento por baixo do banco e pesa 10 kg. Pode ser retirada e carregada em qualquer parte, em casa ou no escritório.

Um preço competitivo

A Super Soco CUX custa 2500 euros mais IVA, o que dá um PVP de 3075 euros. Os particulares podem candidatar-se ao apoio do fundo ambiental, de até 400 euros, o que reduz o valor da aquisição a 2675 euros.

As empresas ainda podem recuperar o IVA que, associado ao incentivo estatal, permitem um preço de 2100 euros.

O representante oficial da Super Soco em Portugal é a e-Bike, a quem agradecemos a disponibilização deste exemplar para a realização deste teste.

 

Deixe um comentário

avatar
  Subscribe  
Notify of