O primeiro elétrico Bentley está em processo de nascimento, mas só deverá ver a “luz do dia” dentro de cinco anos, de acordo com Adrian Hallmark, CEO da marca.

Este é, assim, um novo prazo de lançamento de um veículo que se chegou a pensar poder apresentar-se aos clientes em 2020.

Enquanto esse 100% EV não chega, para este verão, o construtor de luxo está a apontar lançar na Europa aquele que será o seu primeiro automóvel híbrido a gasolina, uma derivação do Bentayga que, por enquanto, é apenas vendido no Canadá e EUA.

Daqui em diante, a estratégia irá passar por disponibilizar uma versão híbrida de cada um dos seus modelos, em 2025.

Novidades em julho: hidrogénio

A Bentley está a preparar-se para revelar em julho um concept futurista que promete conter avanços tecnológicos e de design que visam os próximos 30 anos do construtor.

Esse Grand Touring ainda não é conhecido, mas, de acordo com as informações disponíveis, será um híbrido, apostando no hidrogénio como forma de propulsão da componente elétrica.

Não há ainda dados oficiais, mas poderá tratar-se de uma solução na linha do Mercedes-Benz GLC F-Cell, em que a energia elétrica obtida a partir de uma bateria abastecida na rede (plug-in) seja complementada com energia produzida a bordo (com tecnologia de pilha de combustível – Fuel cell). Será, contudo, algo que teremos ainda de confirmar quando a marca revelar o protótipo.

Stefan Sielaff, diretor de design do fabricante, refere apenas que esse concept será “um manifesto de como vemos a Bentley no futuro”.

“É sobre sustentabilidade, responsabilidade social, fornecimento local e materiais. É uma grande mudança no nosso pensamento porque a sociedade está a mudar”, afirma Sielaff.

 

Deixe um comentário

avatar
  Subscribe  
Notify of