O Conselho Diretivo da Associação Nacional de Municípios Portugueses (ANMP) emitiu um parecer favorável à Estratégia Nacional para a Mobilidade Ativa 2020-2030, recentemente apresentada, ainda que com a condição deste instrumento ser igual para todo o território nacional.

“A ANMP espera um aperfeiçoamento do documento do Governo para garantir que a estratégia é para todo o território nacional”, afirma o presidente da ANMP, Manuel Machado, acrescentando que as Áreas Metropolitanas de Lisboa e do Porto “são áreas importantes, territórios com problemas específicos e de grande impacto, mas a Associação Nacional de Municípios considera que Portugal tem de ser olhado como um todo, que tem problemas nestas metrópoles como também tem problemas noutras partes do território”.

“A mobilidade ativa
é um dos grandes desafios da próxima década”, diz a ANMP.

A ANMP entende que a mobilidade ativa “é um dos grandes desafios da próxima década”, sendo “importante para o todo nacional, para todos os municípios do continente e das ilhas dos Açores e da Madeira”.

Porém, recorda que os municípios, antes de existir a Estratégia Nacional, já tinham um papel fundamental nesta matéria, tendo feito investimento na promoção do uso de transportes públicos, na abertura e manutenção de ciclovias, bem como na sensibilização do usa da bicicleta.

Deixe um comentário

avatar
  Subscribe  
Notify of