Harley-Davidson passa a integrar o pelotão da Fórmula E

0
305

A Harley-Davidson já começou a aceitar encomendas para aquela que será a sua primeira moto elétrica, a LiveWire.

No mercado português, o modelo vai custar a partir de 34.500 euros, estando a sua chegada prevista para setembro.

CARREGAMENTO

Tomada doméstica padrão: Autonomia de 20 km por cada hora de carregamento.
DC Fast Charge:
Autonomia de 308 km por cada hora de carregamento.

O motociclo terá uma estimativa de 225 km de autonomia em cidade ou 142 km de pára-arranca e em autoestrada combinados, acelerando dos 0-100 km/h em três segundos.

A LiveWire vai admitir carregamento rápido, o que significa que 80% da sua carga ficará garantida após 40 minutos ou 100% numa hora.

Digno de nota é que este modelo elétrico (que levou cinco anos a preparar) será o primeiro de uma série de veículos elétricos que o construtor de Milwaukee está a considerar lançar, incluindo bicicletas elétricas para crianças e e-scooters.

E para se perceber o quão a Harley-Davidson está empenhada em apanhar os ventos da eletrificação, a marca passou a ter o seu logótipo nos carros da equipa Envision Virgin Racing da Fórmula E, os quais são conduzidos por Robin Frijns e Sam Bird. Esta ligação à Fórmula E vai durar, para já, três anos.

Deixe um comentário

avatar
  Subscribe  
Notify of