Mais uma empresa de trotinetes elétricas “aterra” em Portugal. Agora, é a “Bird” que arranca a sua atividade em Lisboa no próximo dia 1 de abril para ajudar a cidade a atingir a sua meta de reduzir o congestionamento de tráfego e as emissões de carbono.

Basta descarregar a aplicação gratuita na Apple Store ou no Google Play para localizar a trotinete eléctrica mais próxima, marcar o seu código no guiador para desbloqueá-lo e conduzir a trotinete até o destino desejado. Uma vez terminada a viagem, que custa 1 euro para desbloquear e uma taxa por minuto, a trotinete deve estar estacionada num local seguro que não impeça a mobilidade dos peões ou ou outros veículos, como num dos locais de estacionamento indicados para trotinetes ou ponto de estacionamento para bicicletas.

Entre as 7h e as 21h, todos os residentes e visitantes de Lisboa com mais de 18 anos de idade, poderão encontrar uma trotinete através da aplicação Bird, para se deslocarem livremente pela cidade.

“Queremos que a Bird seja a alternativa de transporte para os cidadãos de Lisboa que querem deslocar-se na cidade de uma forma sustentável e responsável”, diz Patrick Studener.

José Miguel Trigoso (PRP)

Segundo José Miguel Trigoso, presidente da Prevenção Rodoviária Portuguesa, “o comportamento dos condutores é determinante para se chegar são e salvo ao seu destino. Nas trotinetes também, usando as vias que lhe são destinadas de forma responsável; respeitando as sinaléticas e as regras de circulação. E em todas as situações é importante dar prioridade aos mais vulneráveis – os peões, nomeadamente as crianças e os mais idosos. Use as trotinetes, divirta-se, mas sempre de forma responsável e segura”, aponta.

O vice-presidente da Bird para a região da Europa enfatiza que “como uma empresa focada na mobilidade sustentável, estamos orgulhosos de chegar a uma cidade que partilha os mesmos valores que nós” Os esforços do município de Lisboa estão a ser reconhecidos pela União Europeia, que elegeu a cidade como a Capital Verde Europeia 2020”.

Consciente da alguma indisciplina que tem envolvido a utilização deste género de veículos, a Bird afirma que irá trabalhar em conjunto com a autarquia da capital para oferecer um serviço focado na condução responsável e um crescimento sustentável.

Para isso, a empresa tem uma série de políticas que garantem um impacto positivo em Lisboa.

Em primeiro lugar, a Bird explica que pretende crescer “de forma cuidada”, juntando mais trotinetes à frota apenas quando há procura suficiente. “Desta forma, as trotinetes estão a ser utilizadas e não são deixadas paradas nas ruas por muito tempo”, refere a empresa.

As trotinetes serão recolhidas todas as noites para garantir que a cidade permaneça limpa durante a noite. Isto não só permite que as trotinetes sejam carregadas, mas também que a Bird faça a reparação e manutenção de todos os veículos.

O programa “Bird Watcher” controlará a localização e o estado das trotinetes disponíveis na cidade para rastreá-las em tempo real durante o dia, reposicionando-as se estiverem mal estacionadas, garante a Bird.

Através do Community Mode, na aplicação da Bird, os lisboetas terão contacto direto com a Bird, para que eles próprios possam incentivar práticas adequadas e responsáveis em toda a cidade, permitindo aos habitantes comunicar facilmente algum problema de estacionamento que encontrem, o que ajudará a Bird a responder prontamente e tomar as medidas adequadas.

Da mesma forma, relatos de veículos danificados garantirão que esses Birds sejam retirados do mapa de disponibilidade a serem usados e a Bird será notificada para retirar os veículos danificados das vias para serem reparados.

Deixe um comentário

avatar
  Subscribe  
Notify of