A rodagem do próximo filme do agente secreto James Bond deverá começar em julho e o ator Dainel Craig (que desde 2006 interpreta a mítica personagem 007) utilizará um Aston Martin elétrico nalguns “takes”, mais especificamente o Aston Martin Rapid-e.

Algumas fontes citadas pela imprensa inglesa referem que o Aston Martin Rapid-e vai estar mesmo no centro de uma incrível sequência de ação no filme.

O próximo filme de James Bond é o 27º da saga do agente secreto e o 5º e possivelmente último de Daniel Craig no papel do agente. Ainda não é conhecido o nome da película (que provisoriamente vai sendo designada de “James Bond 25”, dado que é a 25ª produção da EON que detém os direitos das novelas de Iam Fleming).

A fita será parcialmente rodada em Itália, Inglaterra, Jamaica e Noruega. Estima-se que chegue aos cinemas em abril de 2020. Léa Seydoux deve repetir como Madeleine Swann e “Bond Girl”.

Depois do protótipo Jaguar C-X75 (um híbrido) se ter exibido em 2015 em “Spectre” (como carro do vilão Mr. Hinx), este EV Aston Martin é, assim, o primeiro veículo elétrico a figurar na saga 007.

Fukunaga, que irá assumir a realização, é um ambientalista e é possível que outros EV possam ser vistos na película.

O Aston Martin Rapid-e será lançado nos mercados no próximo ano, estimando-se que custe na casa de 280.000 euros. Para já, conhece-se o concept, ainda que a versão final não deva andar longe do protótipo.

Limitado a 155 unidades

O Rapid-e será vendido numa edição limitada a 155 unidades.

O seu “coração” elétrico debitará algo como 610 cv de potência e 950 Nm de binário, que disparam o modelo dos 0 aos 100 km/h em menos de 4 segundos. A velocidade máxima é de 250 km/h. São números que ainda carecem de confirmação final oficial.

Sabia que…
… a “aliança” entre 007 e a Aston Martin começou em 1964, quando Sean Connery guiou um DB5 em Goldfinger?

Quando o primeiro protótipo do Rapid-e foi mostrado, a bateria tinha apenas 65 kWh que garantiam 320 km de autonomia no ciclo WLTP, acreditando-se agora que estas performances tenham sido “obrigatoriamente” melhoradas até devido à concorrência (como a Tesla, por exemplo).

Romper com a tradição

Tudo indica que o Rapid-e contará com um sistema de 800V, que lhe permitirá aceder a recargas ultra rápidas de até 350 kW, as quais possibilitam carregamentos em menos de 15 minutos.

James Bond acompanha, desta forma, os tempos: mais de 50 anos depois de 007 utilizar um Aston Martin para as suas perseguições, o agente secreto mantém-se fiel à marca britânica mas com um toque ecológico, muita potência… e (ainda mais) estilo!

Deixe um comentário

avatar
  Subscribe  
Notify of