Carregadores ultrarrápidos portugueses espalhados pelo mundo

Poucos saberão, mas há carregadores ultrarrápidos da Efacec nos mais distintos mercados mundiais, da Europa, à América, passando pela Ásia.

0
700

A portuguesa Efacec faz parte de um grupo exclusivo de marcas que tem vindo a ser escolhido para desenvolver vários projetos inovadores na Europa e na América do Norte em matéria de de carregadores ultrarrápidos.

A empresa está, assim, presente, de forma ativa, na maioria dos países europeus, com ênfase nos maiores mercados de mobilidade elétrica, como Alemanha, Inglaterra, Suécia, Noruega, Holanda, Irlanda, Espanha e França, mas também na Europa de Leste. No continente americano, o mercado dos EUA, que constitui a maior parcela do total de negócios, destaca-se amplamente.

“A Efacec está também atenta a outros mercados, em especial na Ásia, América Latina e a Oceânia, onde já é dominante em alguns países desta região”, sublinham os responsáveis da Efacec que justificam a escolha de que têm sido alvo “devido ao seu compromisso de fornecer soluções de mobilidade elétrica, tendo por base inovação tecnológica, capacidade de entrega e compromisso”.

De resto, fazendo um levantamento dos vários contratos internacionais ganhos recentemente pela empresa nortenha, conclui-que há carregadores ultrarrápidos “Made in Portugal” em diferentes locais do globo.

Eis um apanhado de projetos onde se pode encontrar o selo Efacec por essa mundo fora:

  • Electrify America (EUA) – Projeto de infraestrutura de carregamento que visa criar uma rede de grande dimensão no país;
  • British Petroleum – Selecionou a Efacec para ser a fornecedora de um projeto-piloto na Alemanha. A Efacec vai fornecedor 10 carregadores ultrarrápidos HV350 para cinco estações de serviço de grande dimensão da Aral na Alemanha.
  • Tailândia – A Efacec forneceu para este país nove carregadores QCbus 90 para um projeto de autocarros da EGAT na área de Banguecoque. O projeto foi concretizado pelo distribuidor local Polytechnology;
  • Ultra-E (Europa) – Projeto de um consórcio que inclui a Allego, e que vai criar uma rede-piloto de carga ultrarrápida na Europa. Este projeto terá sequência no projeto Mega-E, de dimensão comparável ao da Ionity;
  • Shell – Projeto de entrada desta empresa na carga rápida, no qual a Efacec foi escolhida para fornecer os carregadores. Este projeto já teve uma primeira fase em 2017, com concretizações essencialmente em Inglaterra e Holanda. O projeto conta com a parceria da Allego;
  • Transport of London (Inglaterra) – Projeto de instalação de carregadores rápidos para servir os consumidores e, em particular, os novos táxis que irão passar a ser elétricos na cidade de Londres;
  • Ligação São Paulo – Rio de Janeiro (Brasil) – Projeto da EDP Brasil e da BMW para instalação de carga rápida ao longo da rodovia Nova Dutra. Em 2017 foram registados ainda outros contratos no Brasil, como as parcerias com Volvo e Jaguar Land Rover para carregamento privado;
  • Vários projetos na Alemanha, em parceria com a Innogy;
  • Vários projetos na Escandinávia, em parceria com a Garo, salientando-se a Volvo e a Fortum Charge & Drive;
  • Várias encomendas de carga ultrarrápida para os laboratórios de marcas de automóveis, alguns deles ainda na fase de confidencialidade;
  • Várias encomendas da Nissan, relativas a carregadores rápidos para instalação na Europa.
  • Implementação do sistema de gestão de pontos de carregamento para a CEM em Macau, em conjunto com várias estações de carregamento, incluindo carregadores rápidos. Na zona de Hong Kong a Efacec forneceu um conjunto de carregadores rápidos à HK EV Power, com um destes equipamentos atualmente instalado na ponte que constitui a maior travessia marítima do mundo, que liga Zhuhai, na China Continental, a Hong Kong.

Deixe um comentário

avatar
  Subscribe  
Notify of