Apenas 37% dos inquiridos pelo Observador Cetelem Automóvel consideram que os veículos elétricos se resumem a um efeito de “moda”, pelo que 85% dos automobilistas estão convictos que os automóveis elétricos têm futuro.

As entrevistas no terreno foram conduzidas pela Harris Interactive, durante junho e julho de 2018, na África do Sul, Alemanha, Bélgica, Brasil, China, Espanha, EUA, França, Itália, Japão, México, Noruega, Polónia, Portugal, Reino Unido e Turquia.  No total, foram inquiridos mais de 10.600 indivíduos, entre os 18 e os 65 anos. Em Portugal foram realizadas 500 entrevistas.

Estritamente no caso nacional, os portugueses são aqueles que menos concordam com a afirmação que o interesse nos veículos elétricos é passageiro (21%, contra os já mencionados 37% no global), encontrando-se acima da média quanto à crença no futuro dos veículos elétricos – 92%, mais 7 pontos percentuais que a média do estudo.

Os inquiridos chineses são aqueles que mais concordam com o efeito moda dos veículos elétricos (54%).

O México e Brasil (com 97%) são os países que mais acreditam no futuro dos veículos elétricos, ao contrário dos automobilistas alemães, com apenas 68% de respostas nesse sentido.

Na sua opinião, a afirmação “É um efeito estar na moda” corresponde bem/muito bem ao veículo 100 % elétrico?”

 

Acredita no futuro do veículo elétrico?. Fonte: O Observador Cetelem

Deixe um comentário

avatar
  Subscribe  
Notify of