O nome Jean Prouvé dá nome a um tipo de assento de mobiliário, o assento Prouvé, uma obra deste designer parisiense nascido em 1901 e contemporâneo de Le Corbusier.

Jean Prouvé nasceu em 1901 e faleceu em 1984.

A bicicleta que este designer concebeu foi vendida pela Christie’s no ano de 2009 por 72.400 euros, valor que mais do que duplicou a estimativa inicial da leiloeira que apontava para uma venda na casa dos 20.000 euros/30.000 euros.

Contudo, no seu extenso leque de criações, há também uma bicicleta criada nos princípios da década de 1940, quando a França estava ocupada pelas forças nazis. Ao tempo, o intuito foi criar um meio de transporte prático para o quotidiano, tendo assim nascido uma bicicleta.

Agora, quase oito décadas depois, a start up francesa Coleen, de Bayonne, sul de França, decidiu recuperar os traços de estilo dessa bicicleta para criar uma ebike.

Modelo elétrico e conectado

Esta “start up” francesa resgatou, assim, do imaginário o desenho clássico de uma bicicleta da década de 1940, convertendo-a num modelo elétrico e conectado.

Trata-se de uma bicicleta de acabamentos premium que possui uma versão de entrada (“Elegance”) a custar 4690 euros, existindo ainda um modelo intermédio (“Sport”), de 5900 euros, todos integrando velocímetro digital e GPS.

Versão de entrada

O modelo de acesso dispõe de um motor de 250 watts no cubo traseiro de 50 Nm de binário que alcançará 25 km/h, o limite imposto na União Europeia para as bicicletas assistidas por motor elétrico. Os seus travões são hidráulicos e não tem corrente, mas antes uma correia dentada (semelhante às usadas pelos automóveis), não sendo necessário lubrificá-la.

A Coleen foi fundada em 2014, em França. Os seus dois jovens criadores, Audrey Lefort e Thibault Halm, assumem que se inspiraram no modelo de negócio da Tesla.

Speed One até 45 km/h

Haverá ainda uma variante “Speed One” (de 7500 euros) que pode alcançar até 45 km/hora, sendo neste caso já classificado como ciclomotor, o que implicará que seja equipado com luz de travão traseira. Esse modelo de topo possui um motor de 500 watts e transmissão com sete mudanças.

Graças ao quadro de fibra de carbono (1,9 kg), ao motor leve (2,5 kg) e bateria (2,7 kg), a bicicleta inteira pesa apenas 18 kg. O selim é de couro, feita pela marca Voltaire.

Sistema keyless e autonomia

À imagem dos atuais automóveis, a bicicleta tem um sistema de ignição sem chave, bastando pressionar um botão para despertar o motor.

A autonomia da bicicleta elétrica pode ir aos 100 km com um único carregamento.

Uma das suas características reside no facto da sua bateria ser extraível para que possa ser posta à carga, em casa, ligada a uma tomada, da mesma forma que um qualquer telemóvel.

A bateria tem 42 células a 3,6 Ah por célula para um total de 529 Wh.

O mecanismo de carga rápido incorporado neste ebike possibilita que a totalidade da carga se atinja em duas horas e meia. Com 90 minutos de carregamento, fica-se com 80% de bateria.

A marca está a lançar-se na Europa este ano, tendo a expectativa de chegar igualmente aos EUA e Ásia.

Deixe um comentário

avatar
  Subscribe  
Notify of