A Volkswagen e a Mobileye, empresa de visão computacional detida pela Intel, traçaram um plano com vista ao lançamento de um serviço comercial de táxis autónomos em Israel. Os ensaios vão arrancar já no próximo ano.

Assim, o projeto começará a ser aplicado no início de 2019 com algumas dezenas de veículos a circular, prevendo-se que, até 2022, se entre na fase comercial, com a frota a crescer para centenas de viaturas elétricas autónomas.

O projeto recebeu o nome de “New Mobility in Israel” (“Nova Mobilidade em Israel”).

No quadro do acordo, a VW fornecerá a frota de veículos elétricos, a Mobileye assumirá a tecnologia de condução autónoma (hardware e software) e a Champion Motors, importador e distribuidor automóvel de Israel, fará a gestão da frota.

Apoio do governo

O governo israelita comprometeu-se a apoiar o projeto em três áreas principais: fornecimento de apoio legal e regulatório, partilha de dados de tráfego necessários e fornecimento de acesso à infraestrutura conforme necessário.

Os táxis que estarão a funcionar estarão dotados de tecnologia de automação de nível 4, projetando-se que o desenvolvimento deste projeto conduza mais tarde ao nível 5.

Um porta-voz da Intel esclarece que não se trata de um projeto-piloto: “A joint venture é a primeira do seu tipo visando um nível de automação 4/5 de MaaS [Mobility-as-a-Service]”.

Mobilidade segura e sem emissões

“Acreditamos firmemente que os veículos elétricos autónomos oferecerão a Israel e às cidades do mundo inteiro mobilidade segura, limpa e sem emissões”, refere Herbert Diess, CEO do Grupo VW.

“Estamos muito satisfeitos em embarcar numa joint venture com um construtor automóvel líder mundial, com o intuito de oferecer um serviço de mobilidade transformacional”, aponta, por seu lado, Amnon Shashua, CEO da Mobileye e vice-presidente sénior da Intel.

“O nosso serviço visa adaptar-se de forma inteligente e dinâmica às necessidades de mobilidade urbana do século XXI, em resposta à procura de deslocações dentro da cidade e minimizando os custos sociais diretos e indiretos da poluição do ar/ruído, congestionamento e segurança”, diz Amnon Shashua.

Deixe um comentário

avatar
  Subscribe  
Notify of