O presidente da Câmara de Lisboa, Fernando Medina, afirmou que um eventual modelo de criação de um corredor para “bus” na autoestrada A5, que une Lisboa a Cascais, pode também vir a ser replicado na Segunda Circular.

Em entrevista à SIC Notícias, Medina explica que a eventual implementação de um corredor para transportes públicos na A5 “pode vir a ter um impacto na 2ª Circrular, pois uma das possibilidades é essa própria linha poder vir a ter desenvolvimento aí”.

O autarca confirmou nesta entrevista, que o Executivo liderado por António Costa tem em mãos a proposta de implementação de uma faixa dedicada para autocarros na A5.

Recorde-se que já o presidente da Câmara de Cascais tinha dado conta desse projeto, como aqui demos conta.

De resto, Medina confirmou que não apenas o município de Cascais, mas igualmente o de Oeiras, que são também servidos pela A5, concordam com a medida (corredor para “bus” na A5).

“Um dos principais eixos de entrada de carros na cidade de Lisboa, onde há imensas urbanizações e onde moram milhares de pessoas, não tem nenhum transporte público”, refere o autarca.

“O que propusemos ao Governo, e que está em estudo com o Governo, é a criação de um corredor de transporte público sobre a A5, que é o que nos vai permitir tirar carros do centro da cidade de Lisboa”, afirmou o autarca lisboeta.

Trata-se de um plano estratégico para a área metropolitana de Lisboa, assume Fernando Medina.

O excerto da entrevista pode ser visto aqui, neste link.

Deixe um comentário

avatar
  Subscribe  
Notify of