Camião entra a funcionar a gasóleo e sai a trabalhar a… eletricidade

Na Austrália, uma empresa recebeu o apoio do governo local para criar tecnologia para transformar camiões com motores de combustão em veículos elétricos.

0
614
camião elétrico

SEA Electric é uma empresa australiana especializada no desenvolvimento de conjuntos motopropulsores 100% elétricos que podem ser montados em carros existentes, com o propósito de converter viaturas de combustão em carros elétricos.

O que se está a verificar é que são transformações procuradas já por empresas para a reconversão de parte das suas frotas.

Recentemente, a SEA Electric entregou nove camiões totalmente elétricos, resultado de um trabalho de adaptação, à firma australiana de transporte de mercadorias King Transport.

Até 200 km: zero emissões

“A visão da SEA é que cada viatura comercial em qualquer parte do mundo que circule menos de 200 km por dia tenha zero emissões [locais]. Isto abrangeria a maioria dos 350 milhões de veículos comerciais que operam em todo o globo. A SEA tem a intenção e liderar o estabelecimento e crescimento deste novo setor da economia australiana, esperando que a austrália seja reconhecida como líder em tecnologia de veículos elétricos”, aponta Tony Mellick, responsáveil da empresa.

Para se ter uma ideia, os camiões de dimensão média de 10 toneladas entregues à King Transport possuem a capacidade de percorrer distâncias até 200 km com um único carregamento. Estas viaturas não dispõem de um sistema de carga rápida, pelo que o seu tempo de carregamento é de cerca de sete horas, pelo que estes camiões estão pensados para serem usados durante o dia e carregados à noite.

A ministra da energia, meio ambiente e alterações climáticas de Victoria, Lily D’Ambrosio, esteve presente para a entrega dos vehículos.

Para o desenvolvimento desta tecnologia de conversã de veículos com motores de combustão interna em veículos elétricos, a SEA recebeu um subsídio de 516.720 dólares do fundo “New Energy Jobs Fund”, entregue pelo governo de Victoria.

A empresa SEA Electric tem, de resto, uma parceria com a Mitsubishi, cuja divisão de pesados tem vindo a trabalhar de forma dinâmica em viaturas pesados elétricas, de que a portuguesa Fuso eCanter (feita no Tramagal) é um excelente exemplo.

Deixe um comentário

avatar
  Subscribe  
Notify of