A mobilidade partilhada está a crescer em todos os países, sendo a Alemanha das nações onde o fenómeno conhece maior implantação. Com base nisto, um estudo conduzido no ano passado pela consultoria PricewaterhouseCoopers (PwC) e dado a conhecer pela DriveNow prevê que haverá cerca de 15 milhões de utilizadores de partilha de automóveis na Alemanha até 2020.

Sabia que…
O primeiro projeto de partilha automóvel foi iniciado na Alemanha em 1988? Hoje, 30 anos depois, mais de 2,1 milhões de clientes estão registados e existem cerca de 165 fornecedores do serviço de carsharing em toda a Alemanha.

Esta dinâmica de crescimento será, aliás, semelhante a nível europeu – estudos realizados por Frost & Sullivan (2016) e Boston Consulting Group (2017) preveem 36 milhões de clientes de carsharing no ano 2025 e 35 milhões em 2021, respetivamente.

“Além disso, outras alternativas de partilha, como bicicletas e motos, a partilha ponto a ponto, estão, também, a ganhar importância. O transporte público local também se tornará mais integrado aos esquemas de partilha no futuro, facilitando a migração das pessoas para mobilidade partilhada e conectada – especialmente nas cidades”, antecipa a DriveNow.

A DriveNow existe desde 2011 e o seu serviço assenta no conceito de free floating carsharing, em que é possível deixar ou apanhar o carro, em qualquer local dentro da área de operação, com pagamento de 29 ou 31 cêntimos por minuto, e sem custos anuais ou comissões.

Os especialistas desta empresa entendem, inclusive, que a partilha de carros continuará o seu crescimento de uma forma muito rápida nos próximos anos. “Os desenvolvimentos tecnológicos, como a condução autónoma e a crescente conectividade entre soluções de mobilidade, serão fatores chave no que diz respeito ao futuro da mobilidade”, conclui a DriveNow.

Deixe um comentário

avatar
  Subscribe  
Notify of