Hora ideal para carregar um EV? Honda testa app para informar condutor

Esqueça o bi-horário. A Honda vai testar nos EUA um sistema de carregamento ainda mais dinâmico para carros elétricos. Através de uma app, o condutor recebe a informação das horas ideais, seja de dia ou e noite, para carregar o EV. Tudo em função do preço da eletricidade a cada instante.

0
145

O carregamento em termos de eficiência económica de veículos elétricos pressupõe que a carga seja efetuada durante a noite, quando o custo da eletricidade é menor e para aproveitar também a maior produção de energia a partir de fontes renováveis.

A Honda, no entanto, está a experimentar um sistema de carregamento mais dinâmico que leva que a que o carregamento possa ser efetuado quando é mais conveniente, seja de dia ou de noite.

Para testar as potencialidades desta solução (chamada Honda Smart Charge), a Honda entrou em contato com um grupo de proprietários de Jazz elétrico, na Califórnia, EUA.

Os donos dos Jazz EV terão de baixar uma app específica que indicará as horas ideais (leia-se, quando a procura é menor e o custo da energia mais económico) para carregar as baterias dos seus carros. A app está, por sua vez, conectada ao sistema de controle do veículo, que pode receber instruções para iniciar ou interromper o carregamento remoto ordenado pelo proprietário.

Quando essa hora ideal chegar, os proprietários recebem um alerta nos seus telemóveis de que devem conectar os seus veículos à rede elétrica e recarregar as baterias.

O sistema é capaz de detetar quando a procura é alta e interromper a carga que está a ser feita. Todavia, o sistema terá sempre em conta as necessidades de deslocação do condutor, pelo que se encarregará de assegurar que o automóvel está carregado para a hora que o seu proprietário necessitar, ainda que, pelo meio da operação, tenha de proceder a carregamentos em momentos em que a energia é mais cara.

No fundo, a máxima prioridade é que o condutor tenha o veículo pronto para se deslocar, à hora que desejar. Pelo meio, procura-se que o ato de carregamento represente potencialmente poupança para a carteira do dono do carro.

O sistema tem também a inteligência de perceber quando é que a energia injetada na rede é principalmente proveniente de fontes não renováveis, de modo a, se for essa a intenção do proprietário do veículo, apoiar economicamente as fontes elétricas mais limpas.

A Honda irá testar este esquema na Califórnia, podendo, após uma avaliação, ser replicado noutros locais e mercados.

Deixe um comentário

avatar
  Subscribe  
Notify of