A Hyundai levou-nos numa visita relâmpago à Noruega para ficarmos a conhecer o Kauai Electric, novo SUV emissões zero, que vai chegar ao mercado português já em agosto.

É uma versão 100% elétrica do SUV já disponível no nosso país, com duas motorizações a gasolina, tração dianteira e integral e um preço-base que começa em pouco mais de 20 000 euros para a versão de um litro, 120 cv e tração dianteira.

O Kauai Electric distingue-se de imediato pela grelha fechada, as jantes exclusivas de 17 polegadas e a possibilidade de ter o tejadilho pintado numa segunda cor. No parque de estacionamento próximo do aeroporto de Oslo, os mais vistosos eram os cor de laranja e o azul claro metalizado.

O Kauai chega ao mercado com algumas vantagens competitivas interessantes, a começar pelo facto de ser o primeiro SUV 100% elétrico. A sua imagem parece estar alinhada com um público jovem e que privilegia um estilo de vida com preocupações ambientais, mas sem abdicar de uma imagem dinâmica e até mesmo, aventureira.

Por falar em aventura, aquela sensação de estar a ficar sem carga na bateria vai ser menos provável de atingir. É que a segunda grande virtude deste Hyundai é a capacidade do seu pack de baterias. Para já, vem para o nosso mercado apenas a versão Long Range, com capacidade para 64 kWh, anunciando uma autonomia já calculada segundo as novas regras WLTP, de 482 km. Segundo as normas NEDC ainda em vigor, seria de 546 km.

Existe uma versão Standard Range, pack de baterias de 39,2 kWh e autonomia WLTP de  312 km, mas não vai, pelo menos para já, ser vendida em Portugal.

Equipamento e assistências à condução de referência

A Hyundai dotou o Kauai de um nível de equipamento muito completo, que incluiu um sistema de som Krell, bancos dianteiros ventilados e aquecidos, para além de dois ecrãs multimédia de sete e oito polegadas.

Mais impressionante ainda é a tecnologia embarcada no que dis respeito à assistência da condução. A lista é impressionante e inclui Cruise Control inteligente com Stop & Go, deteção de peões, capacidade de manter o veículo de forma autónoma na sua faixa de rodagem, detectando outros veículos e adequando a sua velocidade a estes, aviso de colisão de ângulo morto, aviso de atenção do condutor e dos limites de velocidade e até gestão automática dos máximos.

Motor potente e boas prestações

A Hyundai pediu-nos para reservarmos as nossas impressões de condução até ao próximo dia 25 de julho, pelo que só nessa altura divulgaremos as nossas impressões.

Todavia, podemos adiantar que o motor síncrono de magneto permanente disponibiliza 150 kW (204 cv), permitindo acelerações vigorosas, bem patentes no valor oficial de 0-100 km/h, em 7,6 segundos. A velocidade máxima está limitada aos 167 km/h.

O Kauai Electric tem apenas tração dianteira e uma única velocidade. As funções de movimento (D, R, N, P) são geridas por intermédio de botões na consola.

Este modelo está equipado com duas patilhas no volante que permitem regular a intensidade de regeneração de energia, podendo mesmo permitir a utilização apenas do pedal do acelerador como e-pedal.

A Hyundai indica um consumo energético de 14,3 kWh a cada 100 km percorridos.

O Kauai Electric aceita carga lenta em AC até 7,2 kWh e carga rápida em DC até 100 kWh. A primeira permite carregar a totalidade do pack de baterias em cerca de 9h35m, enquanto a segunda garante 80% da carga em menos de uma hora.

A colocação do pack de baterias no piso permite manter praticamente inalterado o espaço do habitáculo e do compartimento de bagagem, que tem uma capacidade de 322 litros, expansível a 1114 litros, com o rebatimento dos bancos traseiros.

Finalmente, a Hyundai Portugal revelou que o preço do Kauai será de 43 500 euros e que as duas primeiras dezenas de unidades a chegarem já estão vendidas.

Dia 25 de julho contamos todos os detalhes de como é conduzir este pioneiro SUV coreano.

 

Deixe um comentário

avatar
  Subscribe  
Notify of