Numa recente ronda com a imprensa, o alemão e CEO da Siemens AG, Joe Kaeser, deixou um alerta para os colegas que dirigem os destinos dos construtores automóveis do seu país: se não assumirem a dianteira mundial da revolução em torno dos veículos elétricos, toda a indústria e economia alemã perderá competitividade.

“Continuaremos a [colocar] veículos nas estradas, mas não serão elétricos. O sucesso da Alemanha depende desta indústria em concreto”, adverte Kaeser.

O nº1 da Siemens incentiva, por isso, as marcas de automóveis alemãs – que formam a espinha dorsal da economia alemã – a fazerem de forma mais rápida a transformação tecnológica para a tendência do futuro: veículos elétricos e autónomos.

Deixe um comentário

avatar
  Subscribe  
Notify of