A Daimler, através da sua subsidiária Mercedes-Benz Energy e outros parceiros, está a transformar uma fábrica de carvão numa unidade de armazenamento elétrico (energia estacionária), utilizando 1920 módulos de packs de baterias dos seus veículos elétricos.

Os módulos das baterias usados foram extraídos de 600 unidades da terceira geração do Smart elétrico.

Este projeto está a ser implementado em Elverlingsen, numa antiga fábrica alemã de produção elétrica a partir de carvão, a qual funcionava desde 1912 e que recentemente foi encerrada.

O projeto representa 8.96 MW/9.8 MWh e, de acordo com a Daimler, representa “um símbolo da transformação do armazenamento e utilização de energia – longe do fornecimento da rede elétrica a partir de fontes fósseis e em direção a uma extensão sustentável da cadeia de valor da e-mobilidade que reduz o CO2”.

Este tipo de infraestrutura permite guardar eletricidade quando há excesso de produção para ser utilizada mais tarde.

Deixe um comentário

avatar
  Subscribe  
Notify of