A Tesla colocou o seu SUV Model X a rebocar um avião Boeing 787-9 Dreamliner, de 130 toneladas de peso, durante cerca de 300 metros no taxiway do aeroporto de Melbourne, da Austrália. O avião pertencia à companhia de aviação australiana Qantas.

Se o Guinness confirmar que não houve modificações no veículo, o Model X entrará para o livro dos recordes como o veículo elétrico com a maior capacidade de reboque.

A Qantas já recorre a rebocadores elétricos para manobrar os seus aviões em Sydney e Canberra, como forma de reduzir as emissões.

O modelo rebocou, assim, mais de 50 vezes o máximo de peso rebocável para o qual foi homologado (cargas até 2,5 toneladas).

O Model X que foi usado foi o P100D, com com dois motores elétricos com mais de 500 cv e um esmagador binário de 9500 Nm.
Recorde-se que, entre os modelos movidos a motores deombustão, o recorde pertence ao Porsche Cayenne: pôs em movimento um Airbus A380, de 285 toneladas, em 2017.

Esta não é a primeira vez que Tesla e Qantas “brincam” em serviço. Neste vídeo, pode ver-se um confronto entre um Boeing 737-800 da Qantas e um Model S P90D no modo “Ludicrous”, feito em 2 de abril de 2016. Ora veja aqui:

Se tiver curiosidade pode ainda ver este Tesla vs Qantas – Behind the scenes da ação de 2016, entre o Model S e o 737:

Deixe um comentário

avatar
  Subscribe  
Notify of