STCP vai receber 15 autocarros elétricos este ano

A rede de autocarros da Sociedade de Transportes Coletivos do Porto (STCP) vai ter, até 2020, 188 viaturas "verdes" na sua frota: 173 bus a Gas Natural e 15 autocarros elétricos. As primeiras três unidades já foram entregues pela CaetanoBus.

0
2164
autocarros elétricos, bus, CaetanoBus, STCP

A CaetanoBus entregou recentemente à STCP (Sociedade de Transportes Coletivos do Porto) os três primeiros autocarros adquiridos no âmbito dos contratos assinados em agosto do ano passado entre ambas as empresas. Os contratos consistem na aquisição de um total de 188 autocarros amigos do ambiente (15 elétricos e 173 movidos a gás natural).

Tendo como objetivo a renovação da frota existente e a redução das emissões de carbono, contribuindo para a redução da pegada ecológica e para uma maior eficiência energética, os novos autocarros permitirão ainda melhorar o serviço prestado aos clientes e ir ao encontro das suas necessidades de mobilidade.

A apresentação oficial destes primeiros três novos autocarros (dois elétricos e um a gás natural) da marca Caetano que irão estar ao serviço da STCP aconteceu nesta última sexta-feira, dia 20 de abril, no Museu do Carro Elétrico.

Os novos autocarros entraram hoje em circulação nas linhas 201 (Viso-Aliados), 302 (Damião de Góis-Aliados) e 303 (Constituição-Circular Praça).

Entram assim em circulação na cidade do Porto os dois primeiros autocarros 100% elétricos, Caetano e.City Gold, totalmente desenvolvidos pela CaetanoBus.

Durante 2018, a totalidade dos 15 autocarros elétricos será introduzida na rede STCP.

Desta forma, o Porto torna-se a segunda cidade portuguesa a ter em operação autocarros 100% elétricos da marca Caetano. Serão entregues pela CaetanoBus ainda este ano mais 13 autocarros elétricos e 35 autocarros a gás natural.

A STCP é gerida por seis municípios da Área Metropolitana do Porto: Porto, Vila Nova de Gaia, Maia, Matosinhos, Gondomar e Valongo.

Os restantes veículos serão fornecidos de forma faseada até 2020, num investimento global de 47,5 milhões de euros. O projeto foi cofinanciado pelo PO SEUR – Programa Operacional Sustentabilidade e Eficiência no Uso de Recursos.

“A STCP irá abater 188 autocarros, o mesmo número que agora se propõe substituir neste investimento, aumentando para 81% do total, a percentagem dos veículos verdes da frota”, afirma a empresa de transportes.

Curiosidade histórica
Completaram-se no passado dia 1 de abril, 70 anos desde a chegada do primeiro autocarro ao Porto. A primeira linha de autocarros do Porto foi a linha C Aliados-Carvalhido.

O Presidente da STCP, Paulo de Azevedo, sublinha que “com esta operação, estamos a aprofundar a nossa política de responsabilidade social. A sustentabilidade e a melhoria do serviço a prestar aos nossos utilizadores são as nossas duas principais preocupações”.

Paulo de Azevedo acrescenta: “Estes autocarros possuem características diferenciadoras, de modo a responder às necessidades dos seus utilizadores, tais como rampas manuais, bagageiras maiores, bancos rebatíveis, entre outras”.

O Ministro do Ambiente, João Pedro Matos Fernandes, marcou presença no evento, realçando o facto deste ser um importante contributo para os compromissos do país no quadro do Acordo de Paris, na medida em que Portugal tem de reduzir em 25% as emissões atmosféricas até 2030.

Deixe um comentário

avatar
  Subscribe  
Notify of