A Porsche começou a aceitar reservas na Noruega para aquele que será o seu primeiro automóvel elétrico de produção, o Mission E, o qual estará disponível em 2019.

Este foi o e-mail tipo enviado pela Porsche Noruega aos clientes que manifestaram interesse no carro:

“Dear Mr/Ms.

You are listed on one of our dealers’ list of stakeholders for the production version of the concept car Porsche Mission E. Based on the great interest, we wish to confirm your purchase intentions through a pre-booking. If you wish to keep your priority in the queue, you will need to make a payment of an advance payment of kr 20,000, – by April 25th.
This is done through the registration page.

On the same page you will find conditions and relevant information about the reservation solution.
You have been assigned a priority code to ensure that you already listed on your reservation list keep your priority space in the queue. The code is personal and linked to your email address.
Your code is: xxxxxxx

Thank you for your interest in Porsche! Should you be wondering, contact your preferred Porsche Center. Contact information can be found on porsche.no
The concept car is mentioned here.
If you do not want to make a reservation but will be kept up to date with news around the model, you can register here.

With best regards,
Porsche Norway”

Nesta nação nórdica com um largo número de utilizadores de automóveis elétricos, o depósito pedido pelo fabricante alemão é de 20.000 coroas norueguesas, o que corresponde a cerca de 2700 euros, montante que será devolvido se, mais tarde, os clientes desistirem da sua intenção de compra, até porque, neste momento, o preço final do veículo não foi revelado.

Recorde-se que também a Jaguar (com o seu elétrico I-Pace) e a Audi (com o e-tron) tomaram o mesmo tipo de decisão, abrindo em primeiro lugar reservas para estes seus modelos na Noruega.

Tudo isto acontece quando a Porsche fez igualmente saber que irá instalar no mercado norte-americano um total de 500 postos de carregamento rápido, com uma potência cada de 800 Volt, precisamente, a pensar no lançamento deste Mission E, bem como do Mission E Cross Turismo, modelo elétrico agendado para 2020.

Na visão de Klaus Zellmer, CEO da Porsche América do Norte, esta rede de supercarregadores é peça-chave fundamental para os consumidores olharem para o tempo de carga de um elétrico como alternativa razoável aos veículos com motores de combustão interna.

Estes postos são capazes de, num espaço de 20 minutos, garantir uma carga de 400 km.

Todavia, cada um destes postos super-rápidos de 800 Volt, a posicionar nas principais autoestradas do país e nos revendedores do fabricante, implicará um investimento na ordem dos 100 mil dólares, cerca de 81 mil euros.

Nos planos da Porsche está também a introdução no futuro de versões eléctricas do Macan, Panamera e Cayenne, afirmou Klaus Zellmer.

“Temos a certeza de que [este género de carregamento] não será gratuito. É muito cedo para falar sobre como é que, em rigor, esse processo de pagamento funcionará para os clientes. Existem várias possibilidades. Pode passar pela compra de um pack onde está tudo incluído. Pode ser um cartão de membro que se pode usar. Ainda não chegamos a essa fase”, declara Zellmer.

 

Deixe um comentário

avatar
  Subscribe  
Notify of