A variante híbrida plug-in do Bentley Bentayga dá-se a conhecer. O modelo da marca de Crewe combina um V6 turbo a gasolina de três litros com um motor elétrico, recorrendo à mesma solução técnica do Porsche Panamera E-Hybrid, oferecendo ao seu utilizador uma potência combinada de 450 cv.

Em ciclo urbano, a autonomia totalmente elétrica é superior a 50 km. Um carregamento completo, numa tomada doméstica, demora 7,5 horas de acordo com o construtor, tempo que se reduz para 2,5 horas num posto de carregamento industrial.

O Bentley Bentayga Hybrid tem tração integral e possui um sistema de navegação inteligente por satélite que permite que, quando um destino é programado no sistema GPS, o veículo calcula a melhor combinação de uso da unidade elétrica e do propulsor a gasolina, para maximizar a eficácia durante a viagem.

Uma boa altura para o modo elétrico funcionar

O sistema utiliza informações de navegação por satélite para definir quando é uma boa altura para funcionar em modo elétrico (EV Drive) e quando é melhor armazenar energia elétrica na bateria, guardando-a, por exemplo, para quando este PHEV entra em percurso urbano. As suas emissões de CO2 médias são de 75 g/km.

O botão que nos restantes Bentayga desativa o sistema start/stop foi substituído por um comando que permite controlar os três modos de gestão da carga da bateria: “EV Drive” (propulsão exclusivamente elétrica), “Hybrid Mode” e “Hold Mode” (em que apenas funciona o motor de combustão, para manter intocada a carga da bateria).

No painel de instrumentos, o tradicional conta-rotações dá lugar a um mostrador específico quando o Bentayga Hybrid circula no modo puramente elétrico.

A tomada de carregamento, denominada Power Dock, foi desenvolvida em conjunto com o designer Philippe Starck.

A chegada aos mercados ocorre a partir do segundo semestre deste ano.

Deixe um comentário

avatar
  Subscribe  
Notify of