A Mercedes-Benz vai colocar no mercado modelos com tecnologia plug-in a gasóleo. Os dois primeiros veículos a ter esta propulsão serão os Classe C e E, cuja apresentação oficial teve lugar no salão automóvel de Genebra, por estes dias de março. O lançamento comercial está agendado para o verão. Depois do C e do E, é de esperar que outros modelos venham a acolher esta solução plug-in hybrid Diesel, mais à frente.

Tanto o Classe C, como o Classe E, combinam o motor “OM 654” (Diesel turbo de quatro cilindros em linha de dois litros) com uma bateria de iões de lítio de 13.5 kWh e um motor eléctrico de 121 cv (90 kW), o qual foi desenvolvido em conjunto com a Bosch. Somando o bloco Diesel com o motor elétrico, o binário é de 700 Nm, às 1400 rpm.

Não há, de momento, valores precisos de potência do conjunto, reservando a marca essa informação para mais tarde (o fabricante refere que as unidades que trouxe a Genebra são ainda de pré-produção).

A transmissão disponível é automática de nove velocidades (9G-TRONIC).

Em modo 100% eléctrico, os veículos podem percorrer até 50 km e chegar a 140 km/h.

A designação destes plug-in Diesel será 300de (C300de ou E300de, conforme estejamos perante o C ou o E). E o que significa o “de”? Diesel Electric.

O construtor frisa que, relativamente aos primeiros híbridos, esta terceira geração de modelos tem a sua unidade motor/transmissão dotada de um design mais compacto.

Em simultâneo, a Mercedes-Benz lança uma nova “Wall box” para o carregamento de veículos eléctricos, a qual estará disponível para os seus clientes europeus este verão. Vantagens: carregamento mais rápido e controlo do acesso através da tecnologia de cartão RFID.

Nesta versão plug-in hybrid Diesel, os Mercedes-Benz Classe C e E vêm equipados com Eco Assist, uma tecnologia que pode também ser encontrada no S560e plug-in (híbrido plug-in a gasolina que também esteve em destaque no certame helvético) e que, com base na navegação, ajuda a adequar o modo de propulsão mais indicada em função do tipo de terreno ou sugere se o condutor deve desacelerar, dada a aproximação de um cruzamento.

O condutor pode seleccionar manualmente quatro modos: Hybrid; E-Mode (modo exclusivamente eléctrico); E-Save (usa o motor a gasóleo para poupar a energia da bateria para outro momento que se pretenda); e Charge (que dá prioridade ao carregamento da bateria ao mesmo tempo que o carro circula).

 

Deixe um comentário

avatar
  Subscribe  
Notify of