É o primeiro modelo totalmente elétrico da Jaguar. O I-Pace (5 lugares) mede 4682 milímetros (mm), tem uma distância entre eixos de 2990 mm, sendo, portanto, 27 centímetros mais comprido do que o E-Pace (4411 mm) e apenas menos cinco centímetros do que o F-Pace (4731 mm).

O SUV tem uma silhueta de coupé (aerodinâmica de 0.29Cd), influenciada nalguns pontos pelo concept Jaguar C-X75, tendo levado o responsável de design da marca, Ian Callum, a afirmar que o conjunto propulsor, pelo facto de ser eléctrico, deu à equipa de estilistas algo a que não estão habituados, por comparação com as motorizações com motores de combustão: “Liberdade de design sem precedentes”, afirma Callum.

O I-Pace é alimentado por uma bateria de iões de lítio de 90 quilowatts hora (90kWh) que garante uma autonomia de 480 km (ciclo WLTP).

A potência é de 400 cv e o binário é de 694 Nm. A tração integral é garantida por dois motores eléctricos síncronos com magnetos permanentes, cada um dos quais montado num eixo.

Em termos de prestações, o I-PACE cumore os 0-100 km/h em 4,8 segundos.

SABIA QUE…
A sessão fotográfica oficial do I-Pace foi feita em Portugal, na zona da Arrábida?

Usando um posto rápido DC de 100 kW, o I-Pace precisa de 40 minutos para carregar em 80% as suas baterias. Se não quiser esperar tanto, consegue 100 km extra de autonomia com um “encosto” de 15 minutos numa destas tomadas rápidas e mais potentes de 100 kW.

O carregamento doméstico feito através de uma Wall box de 7kW pressupõe dez horas de carga para se conseguir os mesmos 80%.

A colocação baixa e central da bateria entre os dois eixos garante um centro de gravidade baixo e uma distribuição de peso de 50:50. A suspensão pneumática ativa é de série, sendo opcionalmente configurável com a ajuda Adaptive Dynamics para aprimorar a condução desportiva.

No interior e pela primeira vez, a Jaguar instalou num modelo de produção o seu sistema de infotainment InControl Touch Pro Duo da Jaguar Land Rover – dois ecrãs táteis (um ecrã superior de 10’’ e um outro numa zona inferior da consola central de 5,5’’). Este recurso vai também surgir nos Range Rover Velar e Range Rover Sport.

Uma das funcionalidades mais interessantes é a “Smart Settings” que indica ao condutor a autonomia expectável em função dos seus hábitos de condução memorizados e a partir de algoritmos de inteligência artificial. O I-Pace usa ainda o sistema Amazon Alexa, assistente virtual inteligente desenvolvido pela subsidiária da Amazon.com, que responderá ao condutor perguntas como “está o meu carro trancado?”, “qual é o meu nível de autonomia?” ou “tenho autonomia suficiente para chegar ao trabalho?”.

Deixe um comentário

avatar
  Subscribe  
Notify of