A Altice Portugal e a Huawei assinaram um memorando de entendimento, no contexto do Mobile World Congress 2018, visando acelerar a implementação do 5G em Portugal.

O acordo destina-se a testar potenciais aplicações que possam ser alavancadas pela tecnologia 5G, designadamente para a oferta de “tecnologia de ponta e de recursos que permitam às empresas portuguesas desenvolverem novos modelos de negócios e disponibilizar novos serviços”, aponta a Altice em comunicado.

Esta colaboração baseia-se na disponibilização do equipamento comercial 5G NR da Huawei, sendo um “movimento fundamental para o lançamento comercial da rede 5G na Altice Portugal”, refere a Altice.

A implementação proposta usará o equipamento e software da Huawei com base em Novo Rádio 5G Non-Standalone (NR 5G NSA), definido no standard 3GPP, que resultará de uma evolução natural da rede 4G LTE, pela adição de novas portadoras de 5G NR e de funcionalidades que vão permitir introduzir novos serviços suportados na maior capacidade de dados e menor latência de rede.

Este mais recente acordo vem na sequência de uma cooperação firmada pela Altice Portugal e pela Huawei, em 2016, que permitiu montar um laboratório (Golabs.IoT) na Altice inteiramente dedicado à Internet das Coisas (IoT).

Foto de 2016: Alexandre Fonseca (atual CEO da Portugal Telecom, mas ao tempo CTO da Portugal Telecom) e Chris Lu, CEO da Huawei Technologies Portugal

“O 5G representa um novo paradigma na estratégia da Altice Portugal pelo potencial de abraçar múltiplos usos e múltiplas aplicações, conduzindo a novos e interessantes desafios. Neste novo desafio, sentimo-nos confiantes por poder contar com a capacidade de inovação e concretização da Huawei, um dos nossos parceiros de referência”, afirma Luís Alveirinho, Chief Technology Officer da Altice Portugal.

“Não há possibilidade de lançar esta visão disruptiva daquilo que a quinta geração vai trazer para a vida dos operadores de telecomunicações, sem criar este ambiente mais colaborativo para vermos como é que vamos encher um ‘tubo’ de comunicações cada vez mais largo e quais serão as aplicações que efetivamente vão tirar partido disso”, acrescenta Alveirinho.

Por seu lado, de acordo com Chris Lu, CEO da Huawei Tech. Portugal, “o 5G trará mudanças sem precedentes ao nosso dia a dia, bem como à nossa indústria”. No entanto, defende Chris Lu, “o desenvolvimento do 5G precisa da cooperação dos diferentes parceiros, trabalhando juntos para inovar juntos”.

 

Deixe um comentário

avatar
  Subscribe  
Notify of